News

17/12/2015 - WhatsApp bloqueado: novos adeptos fazem Telegram entrar em colapso

SMS de cadastro pararam de serem enviados ou demoram para chegar.
Operadoras foram intimadas pela Justiça a bloquear Whatsapp por 48 h.

O Telegram passou a ser adotado pelos brasileiros como alternativa ao WhatsApp com tanta intensidade que o sistema de cadastro de novos usuários foi sobrecarregado nesta quinta-feira (17).

Após a Justiça de São Paulo ter determinado que as operadoras bloqueassem o acesso ao WhatsApp, o Telegram passou a ser baixado maciçamente no país. Segundo os desenvolvedores, eram 500 mil o número de novos downloads em apenas três horas.

Quando o bloqueio passou a valer, a partir da 0h desta quinta, o app já havia passado sido baixado 1,5 milhão de vezes. Só que a enxurrada de novos usuários não foi bem suportada pelo aplicativo.

Para começar a usar o serviço de bate-papo, o usuário precisa inserir um código, enviado por SMS. Só que o grande número de solicitações de novas contas fez com que as plataformas que enviam esses torpedos automaticamente entraram em colapso. Por isso, alguns usuários têm esperado até duas horas para receber o código.

As falhas foram relatadas pelo próprio Telegram. As maiores operadoras de envio de SMS pararam de enviar SMS. O suporte deles no disse que eles já quase consertaram isso. Aguentem firme. Os códigos estão chegando, informou a empresa pelo Twitter. Até a publicação deste no texto, no entanto, o Telegram não informou se os envios de torpedo foram normalizados.

Entenda o caso
As principais operadoras de telefonia móvel do Brasil foram intimadas pela Justiça a bloquear o app de mensagens WhatsApp em todo o território nacional por 48 horas. O bloqueio vale a partir da 0h de quinta-feira (17).

O recebimento da determinação judicial foi confirmado pelo Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviços Móvel Celular e Pessoal, o SindiTelebrasil, que representa Vivo, Claro, Tim, Oi, Sercomtel e Algar.

O Tribunal de Justiça de São Paulo afirma que a decisão partiu da 1ª Vara Criminal de São Bernardo do Campo e corre em segredo de justiça em uma ação criminal. Segundo o TJ-SP, o WhatsApp não atendeu a uma determinação judicial de 23 de julho de 2015. A empresa foi notificada mais uma vez em 7 de agosto, com uma multa fixada em caso de não cumprimento.

O WhatsApp não atendeu à determinação novamente, de acordo com o TJ-SP. Por isso, "o Ministério Público requereu o bloqueio dos serviços pelo prazo de 48 horas, com base na lei do Marco Civil da internet".

Eduardo Levy, presidente do SindiTeleBrasil, diz que as operadoras são obrigadas a atender a determinação e que não é do interesse delas bloquear o WhatsApp no país. "Temos interesse em regras que sejam mais leves para o setor", disse Levy ao G1.

Histórico
Essa não é a primeira tentativa de bloquear o WhatsApp no país. Em fevereiro, um juiz de Teresina (PI) determinou que as operadoras suspendessem temporariamente o acesso ao app de mensagens.

O motivo seria uma recusa do WhatsApp em fornecer informações para uma investigação policial que vinha desde 2013.


Fonte: http://g1.globo.com/tecnologia/noticia/2015/12/whatsapp-bloqueado-novos-adeptos-fazem-telegram-entrar-em-colapso.html



Facebook Twitter LinkedIn Google+ WhatsApp Gmail Email Print



voltar



ATENDIMENTO

Estamos prontos para atender

Tenha a melhor solução para o seu negócio

WhatsApp: (21)99973-5783

CHAT

Fale conosco