News

18/06/2020 - Transações financeiras no mobile crescem 41% em 2019, diz Febraban

As transações financeiras através do celular no Brasil cresceram 41% em 2019, passando de 3,2 bilhões para 4,5 bilhões. De acordo com pesquisa da Deloitte encomendada pela Febraban com 22 bancos que representam 90% dos ativos financeiros nacionais, o resultado do mobile contrapõe uma queda de 2% no volume das operações financeiras via Internet banking, de 4,3 bilhões para 4,2 bilhões no ano passado. Para Gustavo Fosse, diretor setorial de tecnologia e automação bancária da federação de bancos, o mobile não está canibalizando as transações do Internet banking.

Não é canibalização do mobile ante o Internet banking. Ainda tem um grupo de clientes, um forte usuário que usa o Internet banking, como por exemplo a pessoa jurídica. A nossa preocupação (bancos) é ter canais de excelência em mobile, Internet e agência. E o cliente vai usar o que é melhor para ele, disse o executivo. O mobile chama mais transações, mas não canibaliza. Existe uma migração? Sim, existe, mas é nada mais que conveniência.

Dos tipos de serviços mais usados no mobile, o pagamento de contas liderou com 2,2 bilhões de transações, um incremento de 40% sobre 1,6 bilhão de 2018. Em seguida, a função de transferências, TED e DOC, registrou 1,3 bilhão, um aumento de 43% ante 894 milhões de operações em 2018. Outro destaque da análise é nas operações de contratação de crédito. Com crescimento de 47%, elas saltaram de 359 milhões em 2018 para 528 milhões no ano seguinte.

Dos outros canais com transações financeiras, o destaque é para as operações em maquininha de cartão. O POS empatou com as operações de outros canais (agências, caixas eletrônicos, correspondentes e contact center), com 13 bilhões de transações financeiras para cada.

Sem finanças

Em 2019, os bancos registraram um aumento de 14% em transações que não envolvem movimentações financeiras, subindo de 30 bilhões para 35 bilhões. As mais usadas são consultas de saldo e extrato, que lideram amplamente, com 27 bilhões, incremento de 23% em comparação com 22 bilhões de 2018; e consulta de investimentos, que aparece com aumento de 59%, de 86 milhões para 137 milhões.

No total, a análise indicou 90 bilhões de transações bancárias em 2019, somando operações com e sem movimentação de valores, um aumento de 11% ante 81 bilhões de 2018. Neste total, Fosse explicou que seis de cada 10 transações que ocorreram no Brasil no último ano foram digitais (mobile e Internet banking).

Contas digitais e usuários

Outro dado compartilhado foi sobre os correntistas que usam os bancos mobile com mais frequência, os heavy users (80% das transações em um único canal). Na análise, eles saltaram de 26,5 milhões em 2018 para 36 milhões em 2019, 35% de aumento. Segundo Fosse, 51% dos donos de contas móveis são heavy users, sendo que eles fazem ao menos 40 acessos ao mobile banking por mês, contra 23 dos usuários habituais.

Em contas digitais abertas pelo mobile, a Febraban informou um aumento de 66%, de 4,9 milhões para 6,6 milhões na comparação ano a ano. A federação de bancos registrou ainda um crescimento de 34% nas contas ativas no móvel, de 70 para 94 milhões.


Fonte: https://www.mobiletime.com.br/noticias/18/06/2020/transacoes-no-mobile-crescem-41-em-2019-diz-febraban/



Facebook Twitter LinkedIn Google+ WhatsApp Gmail Email Print



voltar

Whatsapp da Doctor SAC


ATENDIMENTO

Estamos prontos para atender

Tenha a melhor solução para o seu negócio

0800 606 6047

WhatsApp

Telegram



,