News

18/11/2004 - Seres humanos nasceram para correr, afirmam cientistas

Reuters
http://oglobo.globo.com/online/plantao/147099520.asp

LONDRES - Os seres humanos nasceram para correr e evoluíram a partir de criaturas semelhantes aos macacos até a aparência que têm hoje provavelmente devido à necessidade de percorrer longas distâncias e competir por comida, afirmaram cientistas nesta quarta-feira. Desde tendões e ligamentos nas pernas e pé que agem de maneira elástica e crânio capaz de prevenir o superaquecimento, a nádegas bem desenvolvidas que estabilizam o corpo, a anatomia humana foi desenhada para correr.

- Fazemos isso porque somos bons nisso. Nós gostamos e temos todos os tipos de especializações que nos permite correr bem - contou Daniel Liberman, professor da Universidade de Antropologia na Universidade de Harvard, em Massachusetts. - Há todos os tipos de características que vemos no corpo humano cruciais para a corrida.

Liberman e Dennis Bramble, um professor de Biologia da Universidade de Utah, estudaram dezenas de características que aumentam a habilidade humana de correr. O resultado de sua pesquisa foi publicado na edição desta semana da revista "Nature".

Eles desconfiam que humanos modernos evoluíram de seus ancestrais primatas há dois milhões de anos para que pudessem caçar e procurar comida por longas distâncias. Mas o desenvolvimento de particularidades físicas que tornam possível ao ser humano correr representou uma troca: características que facilitavam o subir em árvores foram perdidas.

"Estamos muito confiantes de que houve uma grande seleção para que fosse possível correr, que foi possível às expensas da habilidade histórica de subir em árvores, que foi essencial para a modelagem do corpo humano", afirmou Bramble num comunicado.De acordo com a teoria convencional, a capacidade de correr era um subproduto do bipedalismo ou a habilidade de andar em duas pernas, desenvolvida a partir do Australopithecus, há cerca de 4,5 milhões de anos.

Mas Liberman e Bramble argumentam que foram necessários alguns milhões de anos para que a estrutura física capaz de permitir que o homem corra fosse desenvolvida. Desta forma, a habilidade de andar ereto não justifica a transição.

- Houve entre 2,5 milhões a três milhões de anos de andar bípede sem que se parecesse com algo humano, então o andar vai de repente transformar o corpo humano? - questionou Bramble. - Nós afirmamos que não, que vai ser a corrida.

Se a seleção natural não tivesse favorecido a corrida, os cientistas acreditam que os humanos poderiam ainda se parecer com macacos.

- Correr alterou substancialmente a evolução humana. Correr nos fez humano, pelo menos no sentido anatômico - disse Bramble.

Entre as características que diferem humanos de macacos e que fazem do homem um bom corredor é o fato de ter pernas longas, antebraços mais curtos que permitem que a parte superior do corpo fique equilibrada durante a corrida e discos mais largos, que permitem a absorção melhor do impacto. Os cientistas afirmam que nádegas grandes também são importantes.

- Você já reparou nos macacos? Eles não têm traseiro - disse Bramble.

Os homens se inclinam para frente quando correm e as nádegas "evitam que você caia sobre seu nariz toda vez que seu pé atinge o solo", acrescentou.



Facebook Twitter LinkedIn Google+ WhatsApp Gmail Email Print



voltar



ATENDIMENTO

Estamos prontos para atender

Tenha a melhor solução para o seu negócio

Ligue: 0800 606 6047

WhatsApp - (21)99973-5783


Vídeo Conferência - https://whereby.com/doctorsac