News

01/02/2005 - Mortes por câncer de mama podem estar ligadas a ganho excessivo de peso.

Reuters

WASHINGTON - Mulheres gordas correm quase duas vezes mais riscos de morrer de câncer de mama do que aquelas que mantêm o peso normal. A conclusão está num estudo americano publicado nesta segunda-feira no "Journal of Clinical Oncology", realizado pelo Hospital da Mulher de Brigham, em Boston, e pela Escola de Medicina de Harvard.

- Pesquisadores têm especulado que a obesidade age sobre o câncer pelo fato de aumentar os níveis de hormônios sexuais como estrogênio, especialmente em mulheres na menopausa - explicou Candyce Kroenke, chefe da equipe da médica que fez a pesquisa com 5.204 pacientes de câncer de mama ao londo de 24 anos.

Segundo o estudo, pacientes que engordaram mais do que uma média de 8 quilos têm 1,5 mais probabilidades de ver a doença retornar ou mesmo de morrer. Embora algumas pesquisas já tenham associado o aumento de massa corporal ao risco de câncer de mama, essa é inédita, pois analisou separadamente as mulheres que fumam.

- Combinar fumantes e não fumantes em análises pode mascarar a verdadeira relação entre peso e sobrevida após um diagnóstico de câncer de mama. Isso porque o ato de fumar geralmente é associado ao aumento das taxas de morte, seja de pessoas magras ou acima do peso - disse a especialista.



Facebook Twitter LinkedIn Google+ WhatsApp Gmail Email Print



voltar



ATENDIMENTO

Estamos prontos para atender

Tenha a melhor solução para o seu negócio

Ligue: 0800 606 6047

WhatsApp - (21)99973-5783


Vídeo Conferência - https://whereby.com/doctorsac