News

06/10/2015 - 17 ferramentas JavaScript para dar novo fôlego aos velhos códigos

Linguagens de computadores têm uma vida útil estranha. As mais populares entre elas experimentam crescimento explosivo, impulsionado pelo comportamento de adoção em massa, que se assemelha (em muitos casos) ao que ocorre na indústria da moda. Mas quando desaparecem dos holofotes, algo inusitado acontece. Em vez de caírem no esquecimento como uma canção pop ou calças de boca-de-sino, ficam vagando pelo submundo dos servidores.

Qual a moral dessa quase-imortalidade? Talvez, a mensagem que fique é que é mais barato manter um código antigo que funcione do que reescrever toda uma aplicação do zero.

No passado, optar por um código antigo era uma experiência solitária, não muito diferente de viver em uma ilha deserta. O trabalho era manter tudo funcionando com pedaços de fita adesiva virtual e arame digital. Ferramentas velhas e compiladores tinham papel essencial para manter aquela estrutura de pé. Bibliotecas eram tratadas como herança de família.

Isso mudou nos últimos anos com o surgimento de novos compiladores e sistemas de intepretação. De repente, o velho pode ser trazido para o presente, não com perfeita harmonia, mas com a integração suficiente para tornar legados novos outra vez por meio de uma variedade de ferramentas JavaScript.

Assim, o que era um ponto frágil ganha robustez para rodar em máquinas modernas, levando o que limitava-se ao mainframe para uma página web acessada através de um smartphone. Ok, reavivar esse passado continua a ser um desafio. Mas com algumas ferramentas modernas a tarefa de dar nova vida aos velhos códigos virou uma tarefa mais fácil graças a ferramentas emergentes.

Pascal


O Pascal ganhou destaque no mundo de programação para desktop há pouco mais de duas décadas. O pessoal da Elevate Software sabe disso e criou um sistema que converte a linguagem em JavaScript. Eles ainda prometem que você não precisará aprender Pascal para produzir algo que rodará na web. Basta digitar Pascal que a ferramenta retorna códigos que parecem e operam da mesma forma em todos os principais navegadores.

Cobol


A linguagem que dominou o mundo do mainframe também pode ser executada no mundo do JavaScript. CobolScript é um pacote Node.js que irá executar muitas partes do Cobol ao lado de um código padrão JavaScript escrito para o servidor Node.js.

O desenvolvedor chama um trabalho em andamento e enumera uma série de peças que não funcionam ainda. Contudo, há exemplos substanciais para acreditar na promessa, como a capacidade de ativar o código Cobol empoeirado para sugar dados do MySQL e cuspir HTML ao poder um aplicativo web moderno.

Lisp


Para muitas pessoas que aprenderam a programar a partir da leitura de "Estrutura e Interpretação de Programas de Computadores", de Hal Ableson e Gerry Sussman, talvez não exista melhor maneira de passar uma tarde do que contando parênteses e ter certeza que eles estão em equilíbrio.

Lisp e seus vários dialetos continuam a ocupar um lugar especial nos corações desses profissionais e muitas de suas ideias estruturais são agora parte das fundações de um número de línguagens modernas de programação, incluindo JavaScript. A sintaxe pode ter ido, mas a arquitetura flexível permanece.

Há mais de uma dúzia de opções para reavivar o seu código Lisp através de JavaScript, e eles variam da abordagem do tradicional à experimental. EdgeLisp, por exemplo, oferece muitas das construções padrão do estrutura original. O Parenscript oferece "todo o poder do Lisp macros" e muito mais do mundo do Lisp Comum. Se você gosta do dialeto Lisp-1, então Ralph é outra opção.

Fãs de Scheme encontrarão uma série de implementações como BiwaScript, Moby Scheme e nconc.

Há também uma abundância de sintaxes mais experimentais que prometem toda a diversão de pensar em Lisp com um formato ligeiramente diferente. LispyScript mistura um pouco do poder de macros com parênteses. Oppo é uma opção que se apresenta com a seguinte afirmação: "Se o JavaScript estiver Lisp em pele de C, então Oppo é Lisp em pele de Lisp vestindo um pijama de C".

Smalltalk


Embora seja do conhecimento geral que a Apple e a Microsoft beberam bastante na fonte de ideias que circularam no Xerox PARC, alguns pesquisadores da própria Xerox PARC minimizam o legado que construíram. A empresa revolucionou também o campo das linguagens de programação. Quando a maioria dos programadores trabalhavam com GOTOs e suas sub-rotinas, o Smalltalk foi uma das primeiras linguagens para trazer opções orientadas a objetos para o mundo.

Clamato, por exemplo, converte facilmente muito das construções Smalltalk para JavaScript de forma bastante semelhante. Nem tudo está lá, mas os desenvolvedores por trás Clamato jogam em uma conexão com jQuery e outras ferramentas de manipulação de DOM para compensar isso, então você pode construir aplicativos para Web.

Little Smallscript também oferece um subconjunto que irá compilar para JavaScript e executado em Node.js. Aqueles que se mudaram para o Squeak mais moderno pode usar uma versão JavaScript chamado SqueakJS.

Basic

Os anos 70 permanecem vivos. Não apenas para emular jogos em um antigo Commodore 64 na Web, mas também para manter essas linhas em execução em outras partes por meio de diversos de seus dialetos. Ainda é possível criar algo novo com a linguagem de programação.

Se você gostou QBasic, a linguagem estruturada que tornou a Microsoft famosa, então você pode começar com qb.js, uma implementação de JavaScript que será executada no seu browser. Uma vez que ele começa a rodar, ele vira um objeto Canvas e funciona como uma janela para outra época. Nem todas as partes parecem funcionar sem problemas, mas o código é aberto para que possa rever e estendê-lo sob a licença GPL 3.0.

NSBasic é uma opção mais comercial que produz o código JavaScript para ambientes que são executados em desktops e dispositivos móveis. A ferramenta é alvo de desenvolvedores que não querem lutar com a complexidade do Eclipse ou XCode para produzir algo para seus smartphones. Você pode transformar sua experiência de idade Basic em uma entrada para a App Store.

Outra opção comercial é SpiderBasic que oferece acesso a todos ganchos do HTML5 e WebGL necessário para a construção de um aplicativo web moderno e multitela.


Fonte: http://computerworld.com.br/17-ferramentas-javascript-para-dar-um-novo-folego-aos-velhos-codigos



Facebook Twitter LinkedIn Google+ WhatsApp Gmail Email Print



voltar



ATENDIMENTO

Estamos prontos para atender

Tenha a melhor solução para o seu negócio

WhatsApp: (21)99973-5783

CHAT

Fale conosco