News

17/06/2004 - OMS retira dois genéricos da lista de remédios anti-Aids recomendados

Reuters

GENEBRA - A Organização Mundial da Saúde (OMS) disse nesta quinta-feira que sua decisão de remover de sua lista de drogas recomendadas dois medicamentos genéricos indianos para Aids não deve afetar a iniciativa da agência para ampliar o acesso ao tratamento da doença em países pobres.

Dois remédios fabricados pelo laboratório Cipla, o Lamivudine 150 mg em comprimidos e o Lamivudine 150 mg combinado com Zidovudine 300 mg, foram retirados da lista de drogas aprovadas pela OMS no fim de maio, depois que uma inspeção mostrou que eles não tinham bioequivalência comprovada com seus correspondentes patenteados de referência, segundo o site da agência da ONU ( www.who.int).

Foi a primeira vez que drogas anti-Aids foram retiradas da lista da OMS, que inclui cerca de 60 anti-retrovirais, genéricos e patenteados. O sistema foi criado há dois anos para orientar a compra de remédios pelas agências que lutam contra a Aids nos países africanos e asiáticos.

Apenas 400 mil do total estimado de 6 milhões de pessoas infectadas com o vírus da Aids nos países em desenvolvimento têm acesso a anti-retrovirais, de acordo com a OMS. A agência da ONU lançou uma campanha para elevar esse número para 3 milhões até o fim de 2005.

- Não acho que haja grandes implicações (para a campanha) - disse Andre Van Zyl, diretor do programa de pré-qualificação. - Há outros fabricantes do mesmo produto, entao ele ainda está disponível.

Se a Cipla apresentar dados de novos estudos de bioequivalência consistentes, as drogas podem ser recolocadas na lista, disse Zyl.



Facebook Twitter LinkedIn Google+ WhatsApp Gmail Email Print



voltar



ATENDIMENTO

Estamos prontos para atender

Tenha a melhor solução para o seu negócio

Ligue: 0800 606 6047

WhatsApp - (21)99973-5783


Vídeo Conferência - https://whereby.com/doctorsac