News

05/12/2003 - OMS lança luta contra obesidade e dietas pobres

Reuters

GENEBRA, Suíça - A Organização Mundial da Saúde (OMS), alarmada com o crescente número de mortes associadas ao elevado consumo de açúcar e gordura, apresentou nesta quinta-feira sua receita para um mundo de pessoas em melhor forma física e mais preocupadas com a saúde.

A incidência de doenças cardiovasculares, diabetes e de certos tipos de câncer - enfermidades provocadas por dietas insalubres e pelo sedentarismo - aumentou a ponto de responder por 60% das 56,5 milhões de mortes evitáveis em todo o mundo.

O problema é maior nos países desenvolvidos, embora a desnutrição e as doenças infecciosas continuem sendo graves causas de mortalidade nas nações mais pobres, segundo a ONU.

Em um projeto a ser apresentado no começo de 2004 na Assembléia Mundial da Saúde, que reúne todos os países membros da OMS, a entidade vai propor que governos, indústrias alimentícias e ONGs trabalhem juntos para mudar os hábitos nutricionais das populações.

"Uma profunda mudança no equilíbrio das principais causas de mortes está ocorrendo na maioria dos países", disse a OMS, que tem sede em Genebra. "Particularmente preocupantes são o crescente número de dietas que não são saudáveis e a reduzida atividade física de crianças e adolescentes."



Facebook Twitter LinkedIn Google+ WhatsApp Gmail Email Print



voltar



ATENDIMENTO

Estamos prontos para atender

Tenha a melhor solução para o seu negócio

Ligue: 0800 606 6047

WhatsApp - (21)99973-5783


Vídeo Conferência - https://whereby.com/doctorsac