News

10/11/2004 - Nova droga ajuda a perder e manter peso em estudo amplo.

http://oglobo.globo.com/online/plantao/146928601.asp
Reuters

NOVA ORLEANS, EUA - Uma droga experimental para emagrecimento ajudou pessoas a perderem quatro vezes mais peso do que um placebo, num estudo clínico de dois anos, cujos resultados vinham sendo esperados com ansiedade.

O remédio Acomplia (rimonabant), do laboratório Sanofi-Aventis, ajudou pacientes a perder quilos e gordura abdominal depois de um ano e manter situação por dois, num estudo apresentado na reunião científica anual da Associação Americana do Coração.

A gordura abdominal é um importante indicador de risco de doença cardíaca.

- Eles alcançaram e mantiveram uma perda de peso média de 8,6 quilos, comparados a 2,3 quilos do grupo que tomou placebo - disse o médico Xavier Pi-Sunyer, chefe do centro de pesquisa da obesidade do Hospital de Saint Luke, em Nova York, e principal pesquisador no estudo.

Pacientes que tomaram o remédio ao longo de dois anos também melhoraram significativamente os níveis de colesterol bom (HDL) e reduziram os de triglicerídeos. A sensibilidade à insulina também aumentou.

- Acho que você tem um ganho duplo aqui. Um relacionado à perda de peso. Outro à melhoria dos lipídios - disse Pi-Sunyer.

Os resultados do estudo com 3.040 pacientes da América do Norte somaram-se a crescentes indícios positivos sobre a droga, depois da apresentação de dados de uma pesquisa de um ano da Europa. Também aumentou as chances de o laboratório francês obter aprovação das agências reguladoras para colocar o remédio no mercado.

Em estudos anteriores, a droga não apenas ajudou a reduzir peso, mas a parar de fumar. Fumo e obesidade são os principais fatores de risco para desenvolvimento de doenças cardíacas. O novo estudo não investigou o impacto sobre o tabagismo, mas a capacidade do remédio de reduzir impulsos pouco saudáveis foi claramente demonstrado.

Seu modo de ação inovador tem como alvo o mesmo mecanismo biológico cerebral que faz as pessoas sentirem fome quando fumam maconha. A droga se acopla proteínas chamadas receptores de canabinóides, encontradas na superfície de células do cérebro, e bloqueia sua função.

Nos bastidores, acredita-se que o remédio foi o catalisador da fusão dos laboratórios Sanofi-Synthelabo e Aventis, formando a terceira maior empresa farmacêutica do mundo.



Facebook Twitter LinkedIn Google+ WhatsApp Gmail Email Print



voltar



ATENDIMENTO

Estamos prontos para atender

Tenha a melhor solução para o seu negócio

Ligue: 0800 606 6047

WhatsApp - (21)99973-5783


Vídeo Conferência - https://whereby.com/doctorsac