News

03/03/2005 - Estudo aprova quimioterapia para câncer de mama

Reuters

CHICAGO - Mulheres acima dos 65 anos de idade com câncer de mama deveriam considerar a quimioterapia mesmo que os médicos estejam relutantes em usá-la nesse grupo etário por causa dos efeitos colaterais, disse um estudo nesta terça-feira.

Médicos no Centro de Câncer de Vermont, em Burlington, analisaram casos entre 1975 e 1999 e descobriram que pacientes mais idosas saudáveis têm chances de obter benefícios de tratamento similares às pacientes mais jovens com a quimioterapia.

O grupo mais velho apresentou a mesma diminuição da taxa de reincidência, e a mesma diminuição do índice de mortalidade por câncer de mama, ao estar submetido a uma terapia de dose mais alta. Isso foi similar às pacientes mais jovens - disse Hyman Muss, médico que liderou o estudo.

O estudo, publicado na revista da Associação Médica Americana esta semana, dizia que quase metade dos novos casos de câncer de mama nos Estados Unidos ocorre em mulheres acima dos 65 anos.

Mas informações sugerem que a quimioterapia pode ser subutilizada em pacientes idosas ou usada em doses reduzidas que diminuem sua efetividade por causa das reações que podem deixar às pacientes fracas, exaustas e com náuseas.

- Recomendaria isso para pacientes mais velhas com câncer de mama. Elas devem perguntar a seus médicos sobre as chances de receber quimioterapia que possam ser úteis para elas - disse Muss.



Facebook Twitter LinkedIn Google+ WhatsApp Gmail Email Print



voltar



ATENDIMENTO

Estamos prontos para atender

Tenha a melhor solução para o seu negócio

Ligue: 0800 606 6047

WhatsApp - (21)99973-5783


Vídeo Conferência - https://whereby.com/doctorsac