News

04/10/2007 - Bush veta lei de seguro saúde para crianças

A medida previa US$ 35 bilhões a mais sobre cino anos para um programa da saúde para crianças de famílias de baixa renda

Nesta quarta-feira, 3, o presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, vetou a medida de expansão do programa de saúde infantil dos democratas.

Os políticos do partido que elaboraram o projeto acreditam que a medida do presidente foi cruel e desumana. Um dos representantes disseram que a ação de Bush determinou as prioridades dele: US$ 700 bilhões para a guerra no Iraque.

O veto ocorreu quando uma enquete da rede Borne-ABC de Washington mostrou mais de sete em dez americanos que eram favoráveis ao aumento de US$35 bilhões proposto pelo projeto. No entanto, a mesma votação mostrou que muitas pessoas queriam uma redução na despesa de Bush para a guerra do Iraque.

Bush ameaçou vetar outras contas, como forma de manter o orçamento dentro do limite proposto de US$ 933 bilhões.

A justificativa do presidente é que os democratas são irresponsáveis no planejamento dos gastos fiscais.

A rejeição da conta da saúde marca o quarto veto de Bush. Ele rejeitou duas vezes a legislação na pesquisa da pilha de haste e também uma conta suplementar da despesa da guerra do Iraque, porque incluiu datas limites para retirar tropas.

Fonte: Saúde Business



Facebook Twitter LinkedIn Google+ WhatsApp Gmail Email Print



voltar



ATENDIMENTO

Estamos prontos para atender

Tenha a melhor solução para o seu negócio

Ligue: 0800 606 6047

WhatsApp - (21)99973-5783


Vídeo Conferência - https://whereby.com/doctorsac